Saiba como calcular o gasto energético da cortina de ar

27 de outubro de 2015 | 2 Comentários Voltar

iStockphoto.com / Niyazz Para calcular os gastos com a cortina de ar, é preciso considerar as horas de uso e o consumo energético do aparelho.

A cortina de ar é uma solução versátil que pode ser instalada nas portas e janelas de diferentes tipos de recinto, onde cria uma barreira invisível de ar que impede a troca de temperatura entre o ambiente interno e externo. Além disso, este dispositivo impede a entrada de poeira, pequenos insetos, folhas e poluição, contribuindo para a limpeza e conservação do ambiente.

Uma vez que impede que o clima externo influencie na temperatura do ambiente, a cortina de ar também contribui para a redução dos gastos com energia elétrica e na prevenção do desgaste de equipamentos responsáveis pela refrigeração do ar. Isso porque a cortina mantém a temperatura estável, eliminando a necessidade dos refrigeradores trabalharem em potência máxima e, consequentemente, gastando menos energia elétrica.

A utilização da cortina de ar, portanto, pode representar uma boa economia na conta de energia. Aprenda, a seguir, como calcular o gasto energético da cortina de ar e saiba identificar o custo-benefício da utilização deste aparelho:

Cortina de ar: como calcular o gasto energético?

Calcular o gasto energético de uma cortina de ar é bem simples: basta dividir a potência do aparelho (esta informação é indicada em watts e pode ser encontrada no manual de instruções do aparelho) por 1.000, chegando a um valor em quilowatts.

Vamos supor que se trata de uma cortina de ar com potência de 1.000 watts que, dividindo por 1.000 é igual a 1 quilowatts (kW). Se o aparelho funcionar ininterruptamente por uma hora, o consumo será de 1 kW/h. Seguindo esta linha, basta multiplicar a quantidade de horas de funcionamento pelos dias em que irá utilizar a cortina de ar, calculando, assim, o valor pago por kW ao longo de um mês.

Na conta de luz, há uma indicação de “kilowatt-hora”. E é justamente este valor que deve servir como base para calcular o gasto energético com a cortina de ar. Vale ressaltar que, mesmo desligado, qualquer aparelho conectado à tomada consome uma pequena quantidade de energia.

Caso você queira confirmar se a cortina de ar está gerando economia, o ideal é calcular o consumo dos aparelhos refrigeradores ao longo de um mês, sem serem usados em conjunto com a cortina de ar. Após identificar este valor, repita o procedimento no mês seguinte, com a cortina de ar, e faça um comparativo. Açougues, supermercados e outros estabelecimentos que utilizam refrigeradores de grande porte podem conseguir economia de até 40%.

Compartilhe este artigo
2 comentários sobre "Saiba como calcular o gasto energético da cortina de ar"
  1. Muito útil. Existe um cálculo para estimar a economia da rede de dutos de ar condicionado proporcionado pela instalação cortina de ar?

    1. Vecair disse:

      Prezado,

      Sobre esse cálculo, não temos conhecimento, entretanto a Vecair já efetuou diversos testes em clientes/ comércios, onde se comprovou uma redução no consumo de energia ligada a refrigeração em torno de 40%.

      Agradecemos seu contato,

      Equipe Vecair.

Deixe um comentário